25.9.08

Despeçam polícias e comprem automóveis

Manuel Caldeira Cabral escreve no Jornal de Negócios de hoje:
"Tendo vivido junto a um bairro problemático dos arredores de Lisboa, diversas vezes me vi obrigado a chamar a polícia. A esquadra mais próxima estava a apenas 400 metros, a seguinte a dois quilómetros. O tempo de resposta variou entre os dez minutos e mais de uma hora. Os polícias chegavam, não de arma em punho, mas de papel na mão. Sabiam ao que vinham. Vinham registar a ocorrência. Em alguns casos justificavam que a viatura tinha estado ocupada a tomar conta de outras ocorrências. A verdade é que nas seis esquadras que ficam a menos de seis quilómetros desta casa (seis minutos de carro) há cerca de 200 polícias."

3 comentários:

RESSACA ® disse...

Pedindo antecipadas desculpas pela “invasão” e alguma usurpação de espaço, vimos por este meio deixar o convite para uma visita ao nosso site. Actualmente A RESSACA é um espaço que, ao longo dos últimos 3 meses, definiu o projecto que quer apresentar na Blogosfera de língua oficial Portuguesa, sendo visitado diáriamente por mais de 500 leitores. Queremos ser um espaço de análise e reflexão da sociedade portuguesa.

João Pinto e Castro disse...

Não percebo por que é que a palavra "invasão" está entre aspas.

GL disse...

Ahahahahahahah