20.4.07

Para que serve a televisão pública

Um estudo divulgado há dias pela Marktest mostrava que a RTP dá muito mais peso à informação política nos noticiários do que as suas concorrentes privadas. Parece que, por causa das audiências, a SIC e a TVI são forçadas a dedicar cada vez mais tempo ao crime e à coscuvilhice.

O curioso é que, segundo os painéis de audiências da mesma empresa, os noticiários da RTP são os preferidos dos telespectadores. Conclusão: o tele-lixo é justificado pelas preferências do público, mas as escolhas do público contradizem a alegação.

Parece, portanto, que as preferências populares não são de facto tidas nem achadas na definição dos critérios jornalísticos. Os noticiários das televisões privadas descambam frequentemente para o rasca porque os directores de informação assim o querem.

Bastaria esta constatação para justificar a necessidade da televisão pública. Parecendo que não, faz falta.

1 comentário:

Alessandra disse...

Eu adoro televisao,aquele que Deus deu o privilegio de inventar a tv,nao sabe o quo bem ele fez a humanidade