11.9.07

Livros de que, aparentemente, só eu gosto

Daniel Defoe: Diário da Peste de Londres.

Thomas de Quincey: Do Assassinato Considerado Como Uma das Belas Artes.

Turgueniev: Pais e Filhos.

Stevenson: O Pavilhão na Praia.

Chesterton: O Homem Chamado Quinta Feira.

Isaac Babel: Contos de Odessa.

Josef Roth: A Marcha de Radetzki.

Anthony Powell: Dancing to the Music of Time.

Bruce Chatwin: Na Patagónia.

Raymond Carver: Importas-te de Estar Calado?

Viktor Pelvine: A Flecha Amarela.

1 comentário:

Claudia disse...

"The Man Who Was Thursday", (O Homem que Foi Quinta-Feira, na tradução brasileira, é talvez o meu livro favorito. Se não é o que eu mais gosto, é no mínimo um dos preferidos.

Cláudia, une passante