23.6.08

Petróleo e especulação



Tenho feito notar que, se a especulação fosse um factor decisivo para explicar o elevado preço do petróleo, os stocks deveriam encontrar-se a níveis historicamente muito elevados, o que não é o caso.

A isto responde-se por vezes que, tendo a especulação lugar nos mercados de futuros, o que se acumula são promessas de compra, não stocks.

A falha deste raciocínio é que permite explicar por que é que os preços estão elevados nos mercados de futuros, mas não nos mercados spot.

Se, apesar de o preço estar alto, toda a produção é vendida, isso significa que há procura para esse preço, seja ela para consumo imediato ou para armazenamento especulativo.

Se a procura para stocagem for baixa, então a quase totalidade da produção destinar-se-á a consumo; logo, o preço será fundamentalmente determinado pelas condições actuais do mercado, não pela previsão de como elas poderão evoluir.

Inversamente, se o preço actual fosse excessivo para as necessidades imediatas, ele só poderia manter-se se a procura para armazenamento impulsionada pela especulação fosse muito elevada. Dessa forma, a expectativa de preços elevados revelada nos mercados de futuros repercutir-se-ia sobre os preço actuais.

Por conseguinte, é evidente que a especulação só poderá explicar o nível actual do preço do petróleo por via da acumulação de stocks. Note-se que eu não digo que esses stocks não existem, apenas que ainda ninguém conseguiu descobrir onde se encontram.

1 comentário:

Tarzan disse...

Acho a sua análise muito boa. Mas está-me a falhar qualquer coisa aqui. Recapitulando

- Só é lícito considerar um preço excessivo (especulativo) se a procura não absorver todo o petróleo disponível, o que não acontece.

- Sendo o armazenamento pouco significativo face às quantidades consumidas, o preço tenderá a reflectir o equilíbrio entre procura e oferta.

- O mercado de futuros reflecte a expectativa de evolução do preço spot numa determinada data. Estando o preço condicionado essencialmente pela procura e pela oferta (uma vez que o armazenamento não é significativo), um preço de futuros mais alto que o spot poderá ser interpretado como uma expectativa de um aumento relativo da procura.

Não consegui perceber a sua afirmação

«Dessa forma, a expectativa de preços elevados revelada nos mercados de futuros repercutir-se-ia sobre os preço actuais.»

Não estou a perceber o que é que faz com que o preço spot incorpore o nível mais elevado do preço dos futuros. Quis dizer que preços de futuros elevados poderão querer dizer que se está a criar mais capacidade de armazenamento?