4.6.08

Pobres com televisão no quarto das crianças

O jornal Público de ontem inseriu na sua página 10 um artigo intitulado: "60 por cento das crianças e jovens têm televisão no quarto". Estranho num país com tanta pobreza, não é verdade?

Curiosamente, no mesmo dia, o economista Nogueira Leite dizia ter dificuldade em perceber como pode haver tantos pobres num país onde tanta gente declara possuir segunda habitação.

Mas será verdadeira a notícia do Público? Pois é...

Procurei através do Google o estudo de Rita Espanha e Tiago Lapa citado pelo Público, e lá fiquei a saber que a amostra foi exclusivamente constituída por jovens com acesso à internet.

Logo, para ser verdadeiro, o título do Público deveria antes ser: "60 por cento das crianças e jovens com internet em casa têm televisão no quarto". Isto, partindo do princípio de que a amostra utilizada foi aleatória, o que, pelo que li, não me pareceu.

Faz a sua diferença, não faz?

PS - Se investigar um bocadinho, o Professor Nogueira Leite vai concluir que boa parte (se não a maioria) das chamadas segundas habitações que adornam o país são, na realidade, barracas.

1 comentário:

Blog publicaciones disse...

A vida são dois dias.
Ninguém fica cá para semente.
Há que aproveitá-la ao máximo.
Vive cada dia como se fosse o último.

Tudo frases que resumem o teu excelente post. Para ler e reflectir e passar a viver como deve ser. Ou seja, sem medos! Felizes e contentes!
Gostei dos escritos.