19.1.09

Fui eu que escrevi isto?

.
Os fanáticos da realidade descobriram agora que temos um grave problema de endividamento externo. Vai para quatro anos, escrevi eu aqui:
"A insistência unilateral no problema do déficite do OGE revela agora uma outra consequência negativa, quando se supõe, como se diz aqui [link para o Bloguítica, agora indisponível], que Portugal beneficiará com o relaxamento dos critérios agora aprovado.

"É um engano, porque o verdadeiro problema não é, nem nunca foi, o déficite das contas públicas, mas as suas consequências negativas sobre a balança de pagamentos e o endividamento externo. E essas permanecem, e têm que ser enfrentadas, decida a Comissão Europeia o que decidir."

2 comentários:

GL disse...

Dou a minha opinião de economista de bancada.
Sem crescimento das exportações, tudo é mais difícil para Portugal. Crise internacional, câmbio não podemos mexer, resta a produtividade. O nosso futuro está dependente em parte do aumento de produtividade. Na minha opinião, mais do que alertar para o endividamento excessivo, Cavaco deveria ter levantado este assunto. Mas acontece que dizer às pessoas que devem trabalhar mais por menos, com mais eficácia, não dá votos a ninguém.

GL disse...

(cont) Só dá votos dizer que os CEOs estão a ganhar muito.
Acontece que não são só os CEOs.